fbpx

Realizar o sonho de montar um consultório de ortopedia não é tarefa fácil. Exige muito tempo e força de vontade, além de um bom planejamento financeiro.

É necessário compreender cada detalhe do projeto e estar atento aos anseios dos pacientes que utilizam o espaço, desde as especificidades de mobilidade ao atendimento pessoal e virtual.

Sabemos que não basta ter profissionais qualificados trabalhando em uma clínica médica. É preciso pensar em todos os aspectos, como administração, infraestrutura e investimento em tecnologia. E, principalmente, como usar o marketing médico para divulgar seus serviços, em uma especialidade com tantos concorrentes.

Com o intuito de fazer você sair na frente, apresentaremos algumas orientações e dicas para manter e organizar um consultório ortopédico:

Tenha um planejamento

Quando se inicia qualquer tipo de negócio é preciso planejar cada aspecto dele. A começar pela parte financeira, calculando custos, emergências e lucros, passando pela organização da estrutura física do local, o público-alvo e terminando com a proposta de marketing.

O planejamento é ideal para manter tudo sob controle nos mínimos detalhes e contribuir para a diminuição de falhas e gastos desnecessários ao longo do projeto. Além disso, é nessa parte que você conhecerá o funcionamento de consultórios similares e irá tirar dúvidas.

Escolha um bom local

Após saber sobre seu público e suas finanças, fica mais fácil escolher o local para seu consultório de ortopedia. Por se tratar de uma especialidade onde uma fácil locomoção é necessária, tenha em mente que pacientes com dificuldades frequentarão esse espaço.

Logo, é importante encontrar um local de fácil acesso, para facilitar ao máximo o percurso que o paciente fará para chegar ao seu consultório.

E ele deve ser um local amplo, sem muitas escadas e com elevadores e rampas de acessos. Sem muitos desvios e com boa iluminação e sinalização.

Lembre-se que cadeira de rodas, muletas e andadores também precisam passar pelos corredores e portas e transitar pelo consultório.

Monte um ambiente confortável

É importante que, além de um ambiente de fácil acesso e espaçoso para se locomover, vale a pena investir em uma sala de espera confortável para seus pacientes e acompanhantes. Pense que seu ambiente precisa ser aprazível para diminuir ao máximo o estresse da dor que seu paciente deve estar sentindo.

Invista também em televisão e wi-fi para que as pessoas tenham um agrado extra e se sintam à vontade enquanto aguardam atendimento. Dando atenção a esses pequenos detalhes, torna-se muito mais fácil fidelizar seu paciente.

Invista em tecnologia

Para oferecer um melhor serviço ao abrir um consultório médico, é preciso que se façam investimentos em equipamentos de última geração. Que irão atrair a atenção do paciente pela qualidade e pela eficiência na cura de dores e traumas.

Por exemplo, no que diz respeito à Telemedicina, uma inovação na área da saúde chamada Telerradiologia, que permite que você tenha o resultado do exame do paciente feito no seu consultório em até 24 horas.

Você só precisa enviar para a empresa de Telerradiologia e ela mandará o resultado. A tecnologia é aliada da saúde, tê-la no consultório é ideal.

Leia também:

Faça um bom planejamento estratégico

Tenha em mente que seu consultório médico ainda levará um tempo até que ele sustente seus gastos por conta própria, até mesmo que gere lucro. Por isso, é importante que você saiba exatamente quanto será o seu gasto para abrir e manter sua clínica funcionando.

É importante que nessa conta estejam incluídos gastos como:

  • Luz,
  • água,
  • pagamento de funcionários (se houverem);
  • Insumos de materiais de escritório e atendimento médico, dentre outras coisas.

Dessa forma, você consegue visualizar por quanto tempo poderá manter seu consultório enquanto ele não gera o bastante para arcar com os próprios custos.

Regularize o seu consultório

É importante que os documentos do seu espaço de atendimento estejam de acordo com a lei. Você sabe como regularizar o seu consultório?

É preciso que você tenha por perto os documentos específicos , que devem ser apresentado às organizações reguladoras. Tais como:

  • Licença de Vigilância Sanitária;
  • CNES – Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde;
  • Alvará da Prefeitura;
  • Certificado da LIMPURB.

Busque conselho e ajuda de um advogado ou contador, para facilitar esse processo ao máximo.

Eficiência na gestão

A gestão de um consultório deve ser organizada e correta. Qualquer erro em agendamentos ou resultados pode causar grande desconforto ao paciente e ao profissional encarregado. Por isso, é preciso investir em programas online de gestão que facilitem tarefas burocráticas e evitem erros.

Alguns softwares têm ferramentas que disponibilizam:

  • prontuários eletrônicos;
  • multi agendas;
  • prescrições digitais;
  • organização do estoque;
  • ajudam no controle financeiro.

Tudo para melhorar o funcionamento do consultório no dia a dia e colaborar para a satisfação do paciente.

Manter a clínica organizada na parte administrativa, com uma boa organização da agenda e sobre as questões burocráticas é a primeira regra para conseguir o sucesso nesse mercado.

E para isso há sistemas de gestão online, como o Conclínica, que podem ajudar a gerenciar toda sua clínica em um só lugar.

Com essas dicas para consultório ortopédico, você poderá fazer um bom início em organizar e manter seu local de trabalho de forma positiva.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *