fbpx

Antigamente os médicos tinham que recorrer à serviços como  páginas amarelas, catálogos dos planos de saúde até mesmo o popular “boca a boca” para conseguir novos pacientes. Mas hoje o médico pode contar com a tecnologia para sua divulgação. E uma das maneiras mais efetivas de aparecer para novos “clientes” é pela internet.

É a ela, mais especificamente aos seus buscadores, a quem as pessoas recorrem para tirar dúvidas sobre qualquer assunto e, com muita frequência, buscam serviços para resolver seus problemas.

Por isso ter uma presença online não é mais uma questão de estar alinhado aos tempos atuais, e sim de aparecer para que mais pessoas achem o seu serviço. E um bom caminho para aparecer de forma relevante é o marketing médico. E não precisa ser um expert na área.

Se você acha que os métodos de divulgação offline não são mais o suficiente e quer aprender novas maneiras para se divulgar online, usando de técnicas e estratégias do marketing digital, e ter mais pacientes em seu consultório, esse post é para você.

O que é Marketing Médico?

O Marketing médico é toda que qualquer ação que você realiza para criar, comunicar e entregar valor para o seu público, com o propósito de divulgar a sua clínica e seus serviços.

Isso envolve muito mais do que simples propaganda, usada na publicidade. O marketing médico, além de entregar valor, destaca o diferencial do seu serviço para entregar a melhor experiência possível ao paciente antes, durante e depois da consulta.

Tudo isso alinhado com o objetivo, com o que se deseja alcançar. 

Por que devo investir no marketing médico?

Pense que, somente no Brasil, em pesquisa realizada em 2019 pelo IBGE, 126,3 milhões de pessoas faz uso da internet. Isso é aproximadamente 70% de toda a população do nosso território. E em outra pesquisa, 51% dos usuários confiam mais em informações obtidas no Google do que de seus amigos e familiares. 

Portanto é importante pensar em formas de aparecer para todas essas pessoas. E ao pensar em estratégias de marketing médico você não se divulga apenas para novos pacientes. Pode se tornar uma autoridade no seu meio profissional. E, o mais importante, ajudar as pessoas com informações sobre a sua especialidade.

Pensar no marketing digital médico hoje em dia se torna vital para que você não limite suas opções de divulgação. Pois, se você não está pensando nessas estratégias, seu concorrente com certeza está.

Por onde devo começar a fazer Marketing médico?

Antes de tudo é importante que você esteja atento às regras do Conselho Federal de Medicina (CFM) no que diz respeito à divulgação de serviços. Assim você garante sua credibilidade e a seriedade do seu trabalho, sem ferir a segurança e a privacidade de seus paciente.

Abaixo falaremos mais sobre esses cuidados.

Em segundo lugar, entender que o marketing médico difere bastante do marketing convencional. Primeiro por não enxergar os pacientes como clientes, no sentido convencional da palavra.

Mas sim pessoas que procuram soluções médicas para resolver suas questões. De preferência, com um atendimento humanizado e de qualidade. O marketing médico atua com uma estratégia para ser mais assertivo na hora de captar novos pacientes. Oferecendo informação para facilitar essa busca. 

Como executar o marketing médico

As ações de marketing médico tem como meta desenvolver estratégias para segmentar e melhor impactar o seu público. Mas para começar essas ações, você precisar definir seus objetivos, ou seja, o que você espera de resultado das suas ações. Que podem ser:

  • Conquistar novos pacientes;
  • Fidelizar pacientes atuais;
  • Se tornar autoridade no seu campo; 
  • Educar a sociedade sobre cuidados com a saúde ou tratamentos, por exemplo.

O importante é ter um objetivo em mente, para então montar uma estratégia de sucesso para atingi-lo.

Defina a sua estratégia

Enquanto estuda formas de implementar as técnicas de marketing para médicos, você irá se deparar com várias estratégias para alcançar seus objetivos. Então escolha aquela que melhor se encaixa no que você pretende atingir, entendendo da melhor forma como ela o ajudará nesse processo.

Tentar realizar todas as estratégias de uma vez apenas o deixará confuso e não será nada eficaz.

Encontre parceiros capacitados

Enquanto você conhecerá mais do marketing digital, também irá perceber que algumas das tarefas estarão além das suas capacidades. Afinal, você estudou para ser médico.

Por isso, é importante encontrar pessoas capacitadas a trabalhar com marketing. Para que ela se dedique a pensar nas melhores ações, alinhadas com os seus objetivos. Enquanto você dedica melhor o seu tempo no cuidado aos pacientes.

Acompanhe os resultados

Por último, mas não menos importante. Não adianta fazer todas essas ações sem saber se elas estão dando certo, correto? Por isso, é importante que você acompanhe os resultados dessas ações de acordo com o seu objetivo.

Tenha em mente que mudanças na sua clínica talvez sejam necessárias. Mas veja isso como uma boa chance para  otimizar sua gestão de processos e atingir os resultados esperados. 

Dicas de marketing digital para médicos

No marketing digital existem várias estratégias para alcançar os objetivos planejados. Mas qual é a melhor para utilizar no marketing médico?

Por isso vamos listar abaixo as ações mais indicadas para começar esse trabalho. Vamos dividi-las em dois grupos: as que a clínica pode executar por conta própria (tendo alguém responsável da própria equipe cuidando disso) ou aquela que, inevitavelmente, você precisará de um parceiro.

Executáveis pela clínica:

1 – Conheça o seu público-alvo

Em primeiro lugar você tem que saber a quem direcionar seus esforços. Não é por que a internet conta com milhões de usuários, que todos são parte do seu público-alvo.

Pense que, se tratando de um consultório clínico, você tenha especialidade em um determinado campo médico. Por exemplo, não adianta você anunciar para pessoas que procuram clínicas de dermatologia quando você realiza consultas ortopédicas,certo?

Ao conhecer o seu público e o perfil do cliente, você consegue ser mais assertivo nas ações de marketing médico. Segmentação é a chave para uma maior chance de sucesso.

2 – Esteja nas redes sociais

Não estar presente nas redes sociais está fora de cogitação. Seus pacientes estão lá, e podem estar falando de você nelas. Não quer falar com eles da mesma forma?

Se você pensa em estratégias de marketing digital para médicos, se aproximar e se relacionar com essas pessoas em suas redes é parte fundamental desse processo.

Tenha em mente que cada rede social tem uma voz e função diferente, e você deve adequar o seu conteúdo de acordo. Por exemplo:

  • No Facebook, não use do seu perfil pessoal. Crie uma página para a clínica, dessa forma você terá mais recursos para contato e segmentar melhor o público, dentre outras funções;
  • No twitter, procure dividir links e novidades sobre saúde e destacar benefícios de certas prevenções, por exemplo;
  • E no LinkeDin, procure fazer o seu networking, se conectando com outros profissionais da medicina e promover sua marca pessoal.

Use do Instagram

Destacamos o Instagram por ela apresentar várias possibilidades para gerar relacionamento e conseguir novo público. Procure usar fotos e vídeos com curiosidades médicas e o dia a dia da sua clínica. E lembre-se: sempre imagens de alta qualidade e pesquise por hashtags que tenham mais seguidores dentro do seu campo profissional;

O stories é perfeito para exibir rápidas curiosidades e realizar pesquisa de temas que seu público tem mais dúvidas em sua área e realizar uma live onde você responde a essas dúvidas.

Pensa nas redes como um segundo canal por onde as pessoas podem encontrar você. E você pode respondê-las mais rapidamente.

3 – Use o WhatsApp

O aplicativo de conversas instantâneas se tornou uma ferramenta muito além do uso pessoal. Com sua versão para empresas, o WhatsApp Business, ele se tornou uma importante ferramenta no uso para o atendimento médico.

Com o WhatsApp, você pode rapidamente receber confirmação/cancelamento de consultas por parte dos seus pacientes, evitando espaços sem atendimento em sua agenda. Além de envios de documentos, como receitas médicas digitalizadas, por exemplo, e usar o chat de vídeo para rápidos atendimentos.

Executáveis com a ajuda de um parceiro:

1 – Crie um blog

Ter um site com suas informações de contato e o serviço que você presta é ótimo, mas para captar novos pacientes, não basta. Um dos aspectos que o Google mais preza é a informação, e como ela é útil para sanar quaisquer dúvidas do usuário. 

Por isso, uma boa ideia é criar um blog com informações e dicas de saúde relevantes na sua área de atuação, por exemplo. Essa é uma ótima maneira de se tornar uma autoridade no seu campo, e melhor ainda: fornecer conteúdo que ajuda as pessoas.

Torne o Google um aliado para ser encontrado na internet.

2 – Melhore o seu site

Hoje as pessoas usam mais o celular do que computadores para acessar a internet. Por isso você deve ter a preocupação de que seu site seja legível e preparado para abrir em diferentes formatos de tela. 

Se uma pessoa chegou em seu site, ela tem interesse em seu serviço. Então procure manter os canais de contato acessíveis e funcionando, e as informações de contato sempre corretas.

Facilite ao máximo para que essa pessoa faça contato e chegue até você.

3 – Invista em E-mail Marketing

O e-mail ainda é uma poderosa ferramenta para comunicação. Pensando em marketing digital para médicos, seu tratamento não deve ser diferente.

Inclua o e-mail marketing em sua estratégia, enviando newsletter e textos exclusivos, que ajudam a trabalhar o relacionamento médico-paciente. E até mesmo a conseguir novos clientes.

Métricas para marketing médico

Depois de ler tudo o que dissemos você deve estar se perguntando “será que tudo isso funciona mesmo?”. Sim. Quando bem feito, o marketing médico pode trazer grandes benefícios à sua clínica.

E um passo muito importante para acompanhar e mensurar esse sucesso são os indicadores de resultado. Vamos sugerir três indicadores que, além de serem os mais utilizados, são ótimos para mostrar o que está funcionando ou não na sua estratégia.

Custo de Aquisição do Cliente (CAC)

Uma das métricas mais importantes no marketing, o CAC é a soma de todo o investimento feito para aumentar sua quantidade de atendimentos. Essa soma inclui:

  • O gasto com marketing (caso você tenha contratado alguém para cumprir essas funções por você, seja freelancer ou uma agência especializada);
  • O valor de produzir conteúdo para suas redes ou blog
  • O investimento em mídias pagas (como Facebook Ads e Google Ads) 

Digamos que você esteja gastando, com os três itens que listamos acima, R$ 5.000. E com esse investimento você conseguiu 50 novos pacientes. Dividindo o valor gasto (R$ 5.000) pelo número de novos pacientes obtidos (50), seu CAC é de R$ 100.

Para que seja vantajoso para você, é importante que esse novo paciente, que custou R$ 100 para marcar um atendimento, gaste mais do que o custo que foi para trazê-lo até sua clínica. 

Retorno sobre Investimento (ROI)

Outra métrica muito importante, o ROI (Return on Investment, em inglês) permite avaliar se o investimento realizado está gerando resultado. Para isso, uma fórmula simples. Basta diminuir o ROI pelo custo de investimento, e depois dividir por esse mesmo custo.

Por exemplo, digamos que você investiu R$ 5.000 em anúncios no Google. E esse investimento rendeu um retorno de R$ 20.000 em atendimentos. Nossa conta ficaria assim:

20000 – 5000/5000 = 3

Ou seja, temos um ROI de 300%. Para cada R$ 1 gasto, R$ 3 são ganhos em retorno.

Por isso, o mais importante para se calcular o ROI é ter bem estabelecido seus objetivos com o marketing para médicos. Pois só então você poderá definir seus investimentos.

Faça pesquisas de satisfação

Pesquisa de satisfação é algo de suma importância. Saber se seus pacientes estão satisfeitos com seu atendimento é uma ótima maneira de saber mais sobre eles e o que eles esperam de você. 

Questionários com notas de 0 a 10 também são ótimas formas para mensurar o resultado do seu marketing médico e criar um melhor relacionamento entre pacientes e atendimento, o seu e o da sua equipe. Pois você passa a compreender como os eles vêem a sua clínica.

Com o resultado em mão você pode ver de forma mais precisa onde seu marketing médico está ou não gerando bons resultados. E ver novas soluções para onde há problemas. 

8 erros que você deve evitar no marketing médico

Ao lidar com estratégias de marketing médico para divulgação dos seus serviços, você precisa estar atento às regras do Conselho Federal de Medicina, que regulamenta as práticas de divulgação para os médicos e profissionais da saúde.

Isso significa que você não pode se divulgar? Não, você pode fazer. Mas as normas do órgão devem ser respeitadas por todos os profissionais da área médica, que são:

  1. Nunca divulgue uma especialidade que você não possui. Além de ser antiético, é estritamente proibido pelo CFM;
  2. Não envolva o seu nome em propaganda enganosa. Se tratando de marketing para médicos, é preciso ter um cuidado extra com o que você associa o seu nome nas redes;
  3. Não divulgar aparelhos ou preços para atrair novos pacientes. Mesmo que você tenha feito um grande investimento em nova tecnologia, isso não é bem visto pelo CFM;
  4. Nunca exibir fotos de pacientes. Não importa se seja uma celebridade ou não, nada de realizar aquela famosa postagem de “antes e depois”. Mesmo que o paciente permita;
  5. Não exibir informações sensacionalistas, que podem deixar a sociedade preocupada. Você é responsável por tudo que coloca em suas redes, portanto evite o sensacionalismo;
  6. Evite a auto-promoção. Seu objetivo nas redes sociais é conquistar novos pacientes através da informação, e não se categorizando como “o melhor no seu ramo”;
  7. Não dê garantias de resultado. Por mais que seu tratamento tenha base científica, nenhum tratamento é 100% garantido;
  8. Não ofereça possíveis diagnósticos. Nem tire dúvidas de sintomas pelas redes sociais. Apenas faça isso em uma consulta, onde você pode analisar o paciente com cuidado;

Uma das regras dizia respeito ao atendimento e prescrição de remédio à distância, mas o CFM emitiu um novo comunicado permitindo o uso da Telemedicina.

Leia também:

Nos dias de hoje é preciso se inserir em uma nova realidade, onde há novos canais que podem ajudar a atingir um novo público. E fidelizar aqueles que já são pacientes.

Perguntas Recorrentes

Quer um rápido guia para responder suas dúvidas mais recorrentes sobre o tema? confira abaixo:

➡️ O que é marketing médico?

Em poucas palavras, Marketing médico é qualquer ação ou atividade que ajude a melhorar a percepção das pessoas à sua clínica e conquistar um maior número de pacientes. O que, consequentemente, aumenta seus lucros.

➡️ O que o médico não pode fazer?

Existem algumas proibições relacionadas ao marketing médico, confira algumas:

  • Nunca divulgue uma especialidade que você não possui;
  • Não envolva o seu nome em propaganda enganosa;
  • Não divulgar aparelhos ou preços para atrair novos pacientes;
  • Nunca exibir fotos de pacientes;
  • Não exibir informações sensacionalistas, que podem deixar a sociedade preocupada;
  • Não use expressões como “o melhor”, “resultado garantido” ou outras no mesmo sentido;

O que falta para colocar essas práticas em ação? Aproveite para compartilhar esse conteúdo com seus colegas de profissão, essas dicas podem ser úteis para que eles também desenvolvam boas ações online.

Categorias: Marketing Médico

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *